sexta-feira, 31 de março de 2017

Zelo

Caminhava distraído e deixou cair a moeda enquanto tirava algo do bolso, e parou pra pegar...
Atrasando-se em três segundo pra deixar de ser o obstáculo que aquele veículo encontrou.

Ficou preso no congestionamento por vinte minutos,
E deixou de ser a vítima dos dois quilômetros seguintes.

Reclamou da queda de energia que afetou o bairro,
E nem notou que a família se agrupou na sala e houve uma graciosa reunião, como há tempos não havia.

Foi reprovado na entrevista de emprego que te sugaria por vários anos,
E partiu para os estudos onde foi proporcionado grandiosas oportunidades.

Chorou pela reprovação do exame, 
E no futuro conquistou algo bem maior e não soube notar que aquela derrota passada era um encaminhamento para algo melhor.

(...)

Não espere os céus se abrirem para ver que Deus zela por você. Ajoelhe e agradeça.

Olhai as aves dos céus: não semeiam, não colhem, não armazena em celeiros; contudo vosso Pai celestial as sustenta. Não tendes vós muito mais valor que as aves? Mt 6;26

Nenhum comentário: